+55 21 2260-6856 [email protected]

Trabalhar. Estudar. Meditar. Cozinhar. Tecer. Construir. Se exercitar. Sabe o que tudo isso significa? Podem ser simplesmente atividades de um cotidiano, mas não é exatamente sobre isso que quero falar.

Meu nome é Patrícia, tenho 32 anos, sou atleta e comecei a saborear a vida aos 23. É claro que antes disso vivi momentos maravilhosos, mas foi quando conheci a escalada que tomei conhecimento da imensidão do mundo. Percebi que estar na natureza, viajar e explorar a vida outdoor era algo que me fazia sentir viva: o frio, o calor, o arrepio, a adrenalina, a felicidade, o cansaço, o amor. Passei a viajar muito mais, principalmente para lugares menos turísticos, para conhecer lugares novos para escalar: montanhas, cachoeiras, neve, desertos… o que estiver ao meu alcance e com a possibilidade de estar subindo uma pedra. As emoções que este esporte me proporciona são indescritíveis e me fazem refletir sobre como meu antigo estilo de vida não me completava e como isso não seria uma forma de encontrar a minha felicidade.

Veja como a escalada pode ser uma analogia à vida: desafios, encarar o medo e dificuldades, progredir até que uma hora encontramos a felicidade. Não preciso explicar muito por que esse estilo me cativou de tal maneira que essas sensações a flor da pele se tornaram parte de mim.

Ao falar de trabalho, meditação e outras atividades rotineiras o que quero transmitir é que cada um tem a sua maneira de se sentir-se pleno, seja na atividade profissional, seja no futebol de fim de semana. Buscar a motivação no esporte foi o meu jeito de aflorar os sentimentos e viver a vida. As oportunidades estão aí o tempo todo mas muitas vezes nos cegamos ao deixar que o medo do novo e da mudança seja o norte. Quantas vezes você já se pegou reclamando, pensando que nada acontece para você, que a situação não muda? Pois é, não basta apenas querermos e ficarmos olhando a grama do vizinho, é preciso ler as entrelinhas, agir e permitir ser feliz. Quem sabe essa seja uma boa resolução de ano novo para você impulsionar a sua fome por viver? Olhe ao redor e permita-se saborear o que a vida te dá!

Patrícia Antunes Silva, 32 anos, Atleta, Campeã Brasileira e Mineira de Escalada.

jan 16, 2018 | Escalada, Esportes | 0 Comentários

Pin It on Pinterest

0